Trabalho desenvolvido no LEM recebe prêmio em Congresso na Escócia

Outubro 6, 2017
O pôster intitulado Açaí pulp (Euterpe oleracea Mart.) consumption improves lipidic peroxidation markers in healthy women, apresentado pela estudante de doutorado do CBIOL/NUPEB, Priscila Oliveira Barbosa, recebeu o prêmio Elsevier durante a Internacional Conference on the Mechanisms of Action of Nutraceuticals (ICMAN) e a Conference of the International Union of Basic and Clinical Pharmacology (IUPHAR) aconteceram juntas, pela primeira vez, na cidade de Aberdeen na Escócia entre os dias 27 a 29 de setembro de 2017. A Elsevier patrocinou dois prêmios, para a melhor apresentação oral e de pôster, no campo da FarmaNutrição, que foram apresentados por estudantes de doutorado ou pesquisador de carreira inicial (até 5 anos de experiência pós-doutoral). Os prêmios foram anunciados no final da conferência a partir da avaliação de diferentes julgadores. O trabalho premiado apresenta resultados parciais da dissertação de mestrado da estudante e da tese de doutorado de Daniela Pala, também do CBIOL/NUPEB, ambas orientadas pela Profa. Dra. Renata Nascimento de Freitas (DENCS/ENUT) e co-orientadas pela Profa. Dra. Ana Carolina P Volp.
 
O trabalho, desenvolvido do Laboratório de Epidemiologia Molecular (LEM) da ENUT e do NUPEB, apresenta resultados inéditos e originais sobre os benefícios do consumo habitual da polpa de açaí sobre a saúde humana. Foi demonstrado que o consumo diário de 200g de polpa de açaí, disponível comercialmente, promoveu em mulheres, um aumento das defesas antioxidantes e uma redução de marcadores de estresse oxidativo. Mais especificamente, o açaí promoveu aumento da atividade da enzima paroxonase que impede a oxidação de LDL e reduziu a concentração de LDL oxidada nas voluntárias. A oxidação de LDL é hoje considerado o mecanismo patogênico primordial na formação de placas ateromatosas que podem levar a aterosclerose, que junto com a hipertensão arterial compõem as principais causas de mortes em todo mundo. Considerando estes efeitos, este fruto popular e nativo do Brasil, acessível à população pode auxiliar a melhorar a qualidade da dieta, contribuindo para a prevenção de doenças.